Alunos de Jogos Digitais da Uniara desenvolvem game de plataforma 2D como projeto experimental

Alunos de Jogos Digitais da Uniara desenvolvem game de plataforma 2D como projeto experimental
Jogo de percurso e desafios foi orientado pelo professor Daniel dos Santos Robledo

7:20 | Assessoria de Imprensa Uniara | 2018JUN16 

Os alunos do curso de Jogos Digitais da Universidade de Araraquara – Uniara, Nicolas da Silva e Julia Maria Racy Lopes, fazem parte da primeira turma da graduação que irá se formar, em junho, e como trabalho final, desenvolveram o game “Revanche Troll” para computador, orientados pelo professor Daniel dos Santos Robledo.

“‘Revanche Troll’ consiste em um jogo 2D, no estilo plataforma, no qual o jogador deve derrotar inimigos pelo percurso e avançar por todo cenário, que vai apresentar desafios, como armadilhas espalhadas pelas fases. Ele tem, em sua mecânica, algo simples, e é voltado ao público mais jovem”, descreve a dupla, detalhando que o game conta com um estilo de arte cartoonizado, “com cores alegres que ajudam a chamar atenção do jogador, com uma história completamente diferente, que foge dos padrões de jogos de RPG aos quais estamos acostumados”.

O desenvolvimento não foi complicado, de acordo com os estudantes. “Utilizamos elementos vistos nos anos anteriores do curso e até alguns aspectos do projeto com jogos que foram feitos para a Feira dos Cursos – FEC, realizada em 2017, na Uniara. A maior dificuldade em todo o projeto foi encontrar meios de decidir o banco de dados, para que fosse possível salvar o progresso do jogador, de modo que, quando retornasse mais tarde, não tivesse que começar da primeira fase novamente. Outro aspecto que se mostrou difícil foi criar animações boas para o personagem e para os inimigos que aparecem no decorrer da aventura”, revelam.

A finalidade, segundo Silva e Julia, é garantir um entretenimento leve ao usuário. “A ideia é que as pessoas possam se divertir com um conteúdo simples e engraçado. ‘Revanche Troll’ foi criado para ser divertido e para funcionar como um alívio para as pessoas que vivem correndo e preocupadas com seus afazeres do dia a dia”, dizem.

O professor responsável pela disciplina “Projeto Experimental”, Diogo Augusto Gonçalves, comenta que, no quarto semestre do curso, os alunos desenvolvem um pré-projeto, “que é o embrião do que será o game e, no quinto e último semestre, produzem, de fato, o jogo”. “Cada grupo tem como base tudo o que aprendeu ao longo da graduação. É possível analisar o potencial dos estudantes e ver como, em um período de cinco semestres, desenvolvem um jogo completo e as ideias para diferentes plataformas. Alguns estão fazendo jogos para celular, outros para web e também para consoles, conforme o campo para o qual desejam se direcionar”, explica.

Para Silva e Julia, o mercado de jogos é muito grande atualmente, “e ser graduado em algo novo na região é realmente muito gratificante”. “Pudemos ver cada estágio, compreender mais sobre como são as fases de pré e pós-produção, e constatar que criar um jogo não é tão simples assim, visto que temos que lidar com programação e a arte que vai ser utilizada, além de conhecer e entender o público-alvo. Um produtor de jogos deve não pensar como um jogador, mas como algo que vai muito além disso, para que esteja preparado para lidar com qualquer escolha feita em seu game. O curso é ótimo, com excelentes professores, e importante para compreender e ter a certeza de como é ser um produtor de jogos digitais”, afirmam.

Segundo o coordenador do curso, Juliano Marcello, a intenção é, futuramente, disponibilizar os games desenvolvidos como projetos experimentais na página da graduação.

Primeira turma

“Sendo da primeira turma que está terminando a graduação, sentimo-nos honrados quando olhamos para trás e vemos cada parte da história que a classe começou a escrever em toda a Uniara e em toda a região de Araraquara. Somos os pioneiros de algo grandioso, que é atrativo para muitas pessoas”, comentam Silva e Julia.

Na opinião de Gonçalves, “isso é muito importante não somente para o curso, mas para a instituição, como uma forma de divulgar esse primeiro estágio de evolução, além de proporcionar o incentivo aos estudantes dos outros semestres”.

Mais informações sobre o curso de Jogos Digitais da Uniara podem ser obtidas no endereço www.uniara.com.br ou pelo telefone 0800 55 65 88

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *