Criação de secretaria dedicada às pessoas com deficiência é defendida na Sessão Cidadã

Criação de secretaria dedicada às pessoas com deficiência é defendida na Sessão Cidadã
Victor e Orlando Galati haviam participado da Tribuna Popular na Sessão Ordinária da …

28JUL2017|  6:54 - IMPRENSA CAM

Na noite desta quinta-feira (27), ocorreu a 3ª Sessão Cidadã da 17ª Legislatura no Plenário da Câmara Municipal. O inscrito para a Sessão foi Victor Afonso Galati, credenciado pelo Instituto SerDiferente, que discorreu sobre o tema “Pessoa com Deficiência”. Ele dividiu a tribuna com seu pai, Orlando Galati, e com o secretário municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida de São Carlos (SP), João Paulo Gomes.

Victor e Orlando Galati haviam participado da Tribuna Popular na Sessão Ordinária da semana passada, quando apresentaram uma proposta de criação da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida em Araraquara. Na Sessão Cidadã, reiteraram a sugestão e a aprofundaram, trazendo a experiência de São Carlos ao conhecimento dos vereadores.

“A Secretaria é extremamente importante para as pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. Quase todos temos alguém com esses problemas em nossas famílias ou possivelmente viremos a ter, pois a população idosa está aumentando e, com ela, os problemas de mobilidade”, observou o secretário. “As pessoas com deficiência têm de conviver com isso e nós, como sociedade, temos de ajudar, para que elas não precisem depender do paternalismo do Estado. Elas devem ser preparadas pera serem bons profissionais, bons projetistas, médicos, advogados, e virem para as ruas, não ficarem enclausuradas por escolha da família ou por conta própria”, acrescentou.

Em São Carlos, a Secretaria oferece serviços, informações, um memorial para exposições, acolhimento em todos os setores da Prefeitura, com cursos de Libras para os servidores, adequação de edifícios públicos, orientação para compra de veículos e benefícios tributários, entre outros. Este ano, as atividades são realizadas com o orçamento de R$ 500 mil. “É pouco, mas estamos conseguindo trabalhar com esse valor. Para o ano que vem, temos a previsão de R$ 1 milhão”, informou Gomes, colocando-se à disposição para trocar experiências com os vizinhos araraquarenses. “Também estamos criando um fundo para acolher verbas, buscando outros recursos e programas de treinamento.”

Orlando Galati solicitou celeridade aos poderes públicos. “As pessoas que estão sofrendo precisam de respostas rápidas. Além disso, elas são contribuintes, que pagam os impostos como todos os outros cidadãos e também precisam que suas necessidades sejam atendidas.”

Os vereadores manifestaram seu apoio à causa, aprovando, por unanimidade, o encaminhamento de uma indicação à Prefeitura, sugerindo a criação da Secretaria.

Estiveram presentes na Sessão Cidadã a diretora de Defesa da Pessoa com Deficiência de São Carlos, Rosana Mangili, a chefe de gabinete de São Carlos, Carla Campos, e representantes das seguintes entidades de Araraquara: APAE, Instituto de Cegos Santa Luzia, Udefa, Rotary Club e Instituto Saque essa Jogada.

Fotos no site: https://flic.kr/s/aHsm5fm7nj

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *