Falta de funcionários compromete merenda de CER

Falta de funcionários compromete merenda de CER

| IDNews| Assessoria de Imprensa | Câmara Municipal de Araraquara |

O vereador Rafael de Angeli esteve na unidade para apurar a situação

IDN/Interior/Araraquara

            Apenas uma merendeira para atender 84 crianças. Esse é um dos principais problemas enfrentados no Centro de Educação e Recreação (CER) “Profª Honorina Comelli Lia”, onde o vereador Rafael de Angeli (PSDB) esteve nesta terça-feira (4).

            Tal situação fez com que fosse necessária uma adaptação para que as crianças pudessem ser atendidas. No entanto, o jantar ficou comprometido, pois na semana passada elas foram alimentadas com pão e leite ou suco e biscoito. Para conferir o que aconteceu, o parlamentar conversou com funcionários da unidade. “Com a reforma da creche, as merendeiras foram divididas entre dois espaços, ficando duas em cada local. Porém, com a saída de uma das merendeiras, aprovada em concurso público para agente educacional, para outra unidade, ficou apenas uma para atender todas as crianças”, explicaram, lembrando que a adaptação teria duração de 12 dias.

            A funcionária responsável pela merenda diz que, por estar sozinha, falta tempo. “Além de fazer, temos que servir, lavar, acaba sendo muita coisa para uma pessoa só. No outro local, as duas merendeiras só cozinham”, detalhou.

            Durante a visita de Angeli, a Gerência de Alimentação esteve no local fazendo uma vistoria. “A prioridade da Secretaria de Educação é uma boa alimentação. Temos uma equipe formada por nutricionistas e técnicas. Além disso, as merendeiras realizam treinamentos e fazemos visitas técnicas. São alimentos de qualidade, provenientes de agricultura familiar”, afirmaram as servidoras.

Ameaças

A única agente operacional da creche relatou o desvio e acúmulo de funções. “Minha atribuição seria atender a portaria, mas não é o que tem ocorrido. Tenho que varrer, limpar as crianças, além de limpar os espaços da unidade, que não é pequena”.

Ela relatou ao vereador que já recebeu ameaças por reclamar. “Cheguei a ouvir que se não fizesse o que falassem, nunca mais atuaria aqui em Araraquara”.

Angeli entrará em contato com Clélia Mara Santos, secretária municipal de Educação, para que os problemas sejam corrigidos o quanto antes. “Chega a ser um absurdo o que estamos presenciando: suco com biscoito no lugar da janta e desvios de funções que ocasionam até mesmo em doenças graves, não somente neste Centro de Educação. Na maioria dos casos, o problema é decorrente do Programa de Desligamento Voluntário (PDV) da Prefeitura, que sobrecarrega os funcionários. Vamos cobrar soluções urgentes para todos os casos”, finaliza.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *