Internautas defendem Pabllo Vittar após denúncia no Ministério Público

Internautas defendem Pabllo Vittar após denúncia no Ministério Público

­­­­| IDNews® |Via Notícias ao Minuto |Brasil|

O Conselho Regional de Educação Física da 1ª Região enviou um notícia-crime contra a artista ao Ministério Público

IDN – Pabllo Vittar

O Cref-1 (Conselho Regional de Educação Física da 1ª Região) decidiu denunciar a cantora Pabllo Vittar por suposto exercício ilegal da profissão. Segundo o órgão, a artista estaria dando aulas e orientações sobre atividades físicas em suas redes sociais sem que tenha a formação.

O Conselho protocolou uma notícia-crime contra a artista no Ministério Público onde mostra prints de Pabllo Vittar se exercitando, e criticou a conduta da cantora.

O caso acabou repercutindo nas redes sociais, onde os internautas acabaram criticando a postura do Cref-1: “Olha que engraçado, como querem chamar a atenção… Por que não entraram em contato com a Pabllo, explicaram a questão? Poderiam até propor usarem a plataforma e alcance dela para ajudar as pessoas. Mas o que eles fizeram? Denunciaram por algo que todo mundo faz na internet”, “Querem aparecer, viram a publicidade que estão fazendo com o caso e usando o nome da Pabllo nas redes sociais deles?” e “Isso é muito absurdo! Em todos os vlogs da Pabllo (milhares de pessoas também fazem, ela fala o tempo todo: ‘Os exercícios que EU faço’. Qual o problema do Conselho?”, foram alguns comentários.

Procurada, a assessoria da cantora afirmou que “a notícia-crime protocolada pelo conselho é infundada e inverídica”. “A cantora nunca prescreveu, deu aula como profissional ou orientou nenhum treino”, continua a nota, que afirma que a cantora apenas mostra seus treinos , o que pode servir de motivação aos seguidores.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *