Movimento contra aumento de tarifas tem bombas e feridos

Movimento contra aumento de tarifas tem bombas e feridos

Polícia soltou bombas na Praça da República ferindo manifestantes

Durante o 5º ato contra os aumentos das tarifas de trens, ônibus e metrô para R$ 3,80 nesta quinta-feira (21), o Movimento Passe Livre (MPL) percorreu ruas da região central de São Paulo . De acordo com informações do G1, a concentração ocorreu a partir das 16h50 em frente ao Terminal Parque Dom Pedro, que foi fechado aos passageiros de ônibus. Houve impasse com a Polícia Militar em relação ao trajeto da passeata.

Depois de longo impasse na Praça da República, no Centro de São Paulo, por volta das 21h35, os manifestantes fizeram contagem regressiva para avançar diante do cordão de bloqueio de policiais. A polícia soltou spray de pimenta, bombas de efeito moral gás e balas de borracha para dispersar a manifestação. Houve correria.

Segundo a Polícia Militar, 8 pessoas foram detidas. Elas foram encaminhadas ao 1º Distrito Policial e liberadas em seguida. A PM registrou ainda atos de vandalismo contra uma agência bancária na Avenida Doutor Vieira de Carvalho, que teve vidros quebrados, e prédios da região central, alvos de pichação. Ao menos quatro manifestantes ficaram feridos.

Em sua página do Facebook, O MPL informa que 9 detidos foram levados ao 1º DP e liberados sem nenhuma acusação.

Noticias Em Minuto

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *