Nota manifestando respeito aos professores e profissionais da educação

Nota manifestando respeito aos professores e profissionais da educação

“Professores de História maconheiros”


A Comissão de Educação da Câmara Municipal de Araraquara, composta pelos vereadores Gerson da Farmácia, Luna Meyer e João Clemente vem a público manifestar respeito, admiração e solidariedade aos profissionais do setor da educação, em especial aos professores. As palavras desrespeitosas dirigidas aos professores, taxando-os de “professores de História maconheiros”, proferidas pelo vereador Carlão do Jóia, na Sessão Ordinária desta Câmara Municipal, na data de 6 de abril, não representam a opinião desta comissão.

“Educação não transforma o mundo. Educação muda as pessoas. As pessoas mudam o mundo”, disse Paulo Freire. E a peça central dessa mudança é a figura do professor. Como mediador do conhecimento, cabe a ele, educador, estimular a dúvida, a crítica, a curiosidade e a busca pelo saber. Esta reflexão, sim, representa o pensamento desta comissão.

Não à toa, países desenvolvidos, como Japão, Alemanha e Canadá, esse profissional, que possibilita a formação de todos os outros, é tão valorizado. Com carreiras atrativas, recebendo, muitas vezes, incentivo da própria família para seguir o ofício, o professor é prioridade para nações que servem de exemplo para o resto do mundo.

Sem alguém para ensinar e incentivar a pesquisa, não há tratamentos de saúde, vacinas, políticas públicas, leis, artes, nem safra que vingue, portanto nem alimento e nem Estado.

O professor merece respeito sim, pois, sem ele seria impossível formar cidadãos, passarmos adiante nossa história, aprendermos com os erros do passado e existirmos enquanto sociedade livre e autônoma.

| IDNews® | Brasil | Assessoria de Imprensa | Câmara Municipal de Araraquara

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.