Base jump será proibido dentro da área urbana de Araraquara

Base jump será proibido dentro da área urbana de Araraquara
Projeto de lei de autoria do Pastor Raimundo Bezerra visa a coibir a prática e evitar acidentes

06JUL2017|  8h28 - IMPRENSA CAM

Um vídeo divulgado na semana passada, mostrando um homem que salta do 27º andar do prédio onde vive, em um condomínio em Ribeirão Preto (SP), causou sensação e polêmica na Internet. A polêmica chegou a Araraquara e motivou o vereador Pastor Raimundo Bezerra (PRB) a propor uma lei que proíbe a prática do paraquedismo e do base jump em locais inapropriados em toda a área urbana do município.

O base jump é uma modalidade de salto com paraquedas no qual as pessoas pulam de lugares fixos e desafiadores, como prédios, penhascos, pontes e antenas, com o uso de paraquedas específicos para curtas distâncias. A prática não é regulamentada e já é considerada um dos esportes mais perigosos do mundo, com mortes registradas em todos os continentes.

Pastor Raimundo explica que o objetivo de seu projeto é preservar a vida, “pois essa prática em local inapropriado pode ocasionar danos ou morte do praticante e de terceiros. O que temos visto ultimamente nas redes sociais é que a prática tem se disseminado, estimulando aspirantes a se aventurarem em lugares inadequados”, argumenta o parlamentar.

De acordo com o projeto de lei, que será votado em breve, fica proibido saltar de edifícios, sacadas de edifícios, pontes, viadutos, torres de comunicação e transmissão e similares. Os infratores pagarão uma multa no valor de 194 Unidades Fiscais do Município (UFMs, R$ 51,77 no momento), equivalente, hoje, a R$ 10.043,38, o qual será duplicado em caso de reincidência. Os paraquedistas profissionais que forem flagrados saltando de locais proibidos, além de pagarem a multa, perderão a licença. Além disso, o material utilizado no salto será apreendido.

About Bruna Fortunato

Um comentário em “Base jump será proibido dentro da área urbana de Araraquara

  • 6 de julho de 2017 em 14:19
    Permalink

    SAT Substitui Impressoras Fiscais e Talões de Notas no Estado de São Paulo.
    NF-e Gratuita deixará de existir.

    Muitas empresas de pequeno porte (bares / lojas de roupas / padarias / bazares / etc) não poderão mais utilizar solicitar novos talões de notas.

    Acesse nosso informativo
    https://www.globalsan.com.br/informa/informativo.htm

    Possuímos a solução necessária (SAT e NF-e no mesmo sistema) para atender este nicho de clientes com valores bem acessiveis e o menos impactante possível.

    # Possuímos Sistemas de Vendas de fácil operação
    Por apenas 02 vezes de R$ 400,00 com instalação(deixando tudo funcionando) e treinamento no local e mensalidade de R$ 100,00 com suporte permanente.
    Nos encarregamos de enviar os XML para as contabilidades.

    Entre em contato
    [email protected]
    http://www.globalsan.com.br

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *