Nova Lei de Responsabilidade Fiscal é aprovada pelo Senado

Nova Lei de Responsabilidade Fiscal é aprovada pelo Senado

Renan Calheiros, presidente do Senado, classificou a matéria, que proíbe a criação de despesa sem previsão de receita, como uma “nova Lei de Responsabilidade Fiscal”

Nesta quinta-feira (17), o Senado Federal terminou a votação da proposta de emenda à Constituição, de autoria do deputado Mendonça Filho (PMDB-PE), que impede a criação de despesas para a União, Estados, Distrito Federal e municípios sem que haja a indicação da fonte de recursos financeiros para custear as iniciativas.

No primeiro turno, com 62 votos favoráveis e um contrário, e, no segundo turno, com 57 votos a favor, o texto foi aprovado pelo Senado, porém, como foi modificado, terá que retornar à Câmara dos Deputados para ser analisado.

Segundo informações da Folha de S.Paulo, os senadores incluíram a necessidade de se indicar a previsão orçamentária para projetos que também afetem a União. A proposta inicial visava apenas a indicação de renda para propostas destinadas a Estados e municípios.

De acordo com a publicação, outra modificação no texto inicial foi impedir que a nova regra seja aplicada a eventuais aumentos do piso salarial de professores, agentes comunitários e agentes de combate às endemias.

No início da sessão, Renan Calheiros, presidente do Senado, classificou a matéria como uma “nova Lei de Responsabilidade Fiscal”.

Noticias

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *