População denuncia ruas intransitáveis e lixão a céu aberto

População denuncia ruas intransitáveis e lixão a céu aberto
Recebemos a informação de que as avenidas Manuel Tavares de Campos e Elvira Schiavon estão um caos e…

24LAN2017| 17.20
Imprensa CAM

As condições das ruas e praças estão preocupando os moradores do Jardim Residencial Cambuy e do Parque das Hortências, que entraram em contato com o Pastor Raimundo Bezerra (PRB) em busca de soluções. O vereador visitou os dois bairros na última segunda-feira (23) para verificar pessoalmente os problemas.

No Cambuy, a questão principal é o asfalto. “Recebemos a informação de que as avenidas Manuel Tavares de Campos e Elvira Schiavon estão um caos e constatamos que é verdade. Há buracos que parecem verdadeiras crateras”, indigna-se o parlamentar. “Além do risco evidente de acidentes de trânsito, alguns buracos estão cheios de água, o que é um prato cheio para a proliferação do mosquito da dengue, por exemplo”, alerta.

O morador Vanderlei Roberto Ventrilho conta que vive no bairro há 14 anos. “Quando me mudei, esta rua era toda de terra. Na época, funcionários da Prefeitura vieram colocar o asfalto. Ficamos contentes, mas eles avisaram que era só a primeira parte do trabalho. Colocaram o piche e as pedras, e uma outra equipe viria passar o asfalto, mas isso nunca aconteceu. Estamos esperando há 14 anos!”, reclama. “A cada vez que chove, a enxurrada leva embora mais e mais da rua, deixando esses buracos perigosos.”

A vizinha Sílvia Mara Machado de Oliveira vive na Avenida Manuel Tavares de Campos há seis anos e conta que só viu a situação piorar nesse tempo. “Agora, para desviar dos buracos do lado esquerdo, os motoristas estão passando mais perto da minha calçada, aumentando os buracos do lado de cá. Sem contar que as casas dos quarteirões de cima esvaziam as piscinas, e a água fica parada aqui na frente da minha casa”, acrescenta. “Já liguei três vezes na Prefeitura. Eles só me respondem que a reclamação está anotada, mas que é preciso ter paciência, porque a cidade tem muitos buracos. Paciência a gente tem, mas já se passaram mais de três anos.”

Degradação ambiental

No Parque das Hortênsias, a questão é o lixo descartado a céu aberto. “Esse é um problema muito sério para os moradores da região”, afirma o vereador, apontando que o depósito improvisado localiza-se ao lado de um posto de saúde, de uma creche e de uma praça frequentada pelas crianças do bairro. “Esta manhã, havia um gato morto em meio ao lixo. Imagine a concentração de ratos, baratas e outros insetos aqui, bem ao lado das crianças brincando. Este local é um foco de proliferação de doenças. Sem contar o mau cheiro que exala”, aponta o parlamentar.

Pastor Raimundo encaminhará à Prefeitura uma indicação pedindo soluções urgentes para os dois bairros. “Essa situação não pode continuar”, declara. “Os moradores não podem continuar sofrendo e correndo riscos de toda sorte dessa maneira”, conclui.

 

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *