Requerimento de repúdio à descriminalização do aborto é apresentado por 14 vereadores

Requerimento de repúdio à descriminalização do aborto é apresentado por 14 vereadores
Além do autor, Elias Chediek, outros vereadores também assinaram o documento, que será enviado para diversas autoridades que debatem a questão

15:30 |Assessoria de Imprensa | 2018JUL30  | 

Durante a 72ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal, realizada em 24 de julho, o vereador Elias Chediek (MDB) apresentou um requerimento para manifestar absoluto repúdio à pretensão de descriminalização do aborto até a décima segunda semana de gestação.

O documento faz menção a uma audiência pública para os dias 03 e 06 de agosto, convocada pela ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal. O intuito da audiência é debater no STF a constitucionalidade do aborto no Brasil.

O tema voltou a ser posto em pauta após uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 442 ser protocolada no STF pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). A legenda argumenta que a proibição do aborto afronta o preceito fundamental da dignidade da pessoa humana.

Entretanto, o requerimento afirma que o aborto representa um atentado contra a vida e os direitos do nascituro, considerando que o direito à vida é o mais fundamental de todos. O documento, assinado por 14 vereadores, será levado ao conhecimento das principais Câmaras do Estado de São Paulo, a fim de obter apoio.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *