Sobe para 480% número de presos que respondem por tráfico no país

Sobe para 480% número de presos que respondem por tráfico no país
A mudança na legislação pode explicar a superlotação nos presídios. No momento, são 668,2 mil presos para 394,8 mil vagas

03JAN2017|8:56
Luís Roberto Barroso

O perfil dos presos mudou no Brasil. De dez anos para cá, o número de detentos envolvidos em trágico de drogas aumentou 339%, entre 2005 e 2015. A justificativa, segundo o G1, que divulgou os dados exclusivos, nesta sexta-feira (3), dá-se pela alteração Lei de Drogas, em vigor desde 2006. Atualmente, o crescimento chega a 480%.

A legislação penalizou ainda mais os usuários e pequenos traficantes, o que, consequentemente, pode explicar a superlotação nos presídios brasileiros. No momento, são 668,2 mil presos para 394,8 mil vagas.

Na quarta-feira (1), o ministro do STF Luís Roberto Barroso defendeu a legalização das drogas como forma de frear o aumento da população carcerária. “A crise no sistema penitenciário coloca agudamente na agenda brasileira a discussão da questão das drogas. Ela deve ser pensada de uma maneira mais profunda e abrangente do que a simples descriminalização do consumo pessoal, porque isso não resolve o problema”, afirmou Barroso.

O ministro ainda ressaltou que um dos grandes problemas que as drogas têm gerado no Brasil é a prisão de milhares de jovens, com frequência primários e de bons antecedentes, que são jogados no sistema penitenciário. “Pessoas que não são perigosas quando entram, mas que se tornam perigosas quando saem. Portanto, nós temos uma política de drogas que é contraproducente. Ela faz mal ao país”, complementou.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *