Tragédia em Araraquara, mãe e filha morrem após rompimento de reservatório do DAAE

Maria Silva do Amaral (81) chegou a ser socorrida, mas não resistiu, sua filha (59) sofreu um AVC e faleceu na UPA

Mãe e filha morreram após ver a casa invadida pela água do rompimento de reservatório do DAAE, (Departamento Autônomo de Água e Esgoto) na Vila XAvier em Araraquara, no finalzinho da tarde, desta quarta-feira (11)

A causa da morte de Maria Silva do Amaral foi uma parada cardíaca, muito provavelmente ocasionada pelo susto, ela chegou a ser socorrida pelo SAMU, mas não resistiu.

Sua filha de 59 anos que não teve seu nome divulgado foi vítima de um AVC e morreu nas dependências da UPA da Vila Xavier.

Não é a primeira vez que isso acontece, e agora o  DAAE jogou um lona azul em cima para esconder o estrago, e apenas isso, não fizeram mais nada.

Indignada a professora Maraliza Alexandra do Amara, neta de Maria Silva do Amaral disse “eles vão ter que pagar por isso”, mas ainda não sabia da morte da avó e da tia.

O DAAE soltou um nota informando que a possível causa do rompimento é a corrosão da armadura metálica, afirma ainda que operava com capacidade reduzida já que o reservatório ao lado já havia causado o mesmo tipo de problema.

Além da senhora Maria Silva do Amaral e sua filha, outras pessoas também tiveram que ir ao hospital com desconforto causado pelo forte cheiro de cloro espalhado pelo bairro.

A Santa Casa de Araraquara informou que um homem de 55 anos foi internado com edema de glote, precisando ser entubado.

O abastecimento de água no bairro foi interrompido e ainda de acordo com o DAAE, existe um projeto para implantação de um reservatório metálico com capacidade para 2 milhões de litros.

Da Redação
Foto: Wesley Gonçalves

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *