Vereador fiscaliza condições de trabalho dos agentes de trânsito

|  IDNews| Câmara Municipal de Araraquara  | Foto: © CAM

Nesta segunda-feira (11), o vereador Rafael de Angeli (PSDB) esteve no prédio da antiga Companhia Trólebus de Araraquara (CTA) para verificar as demandas no setor dos agentes de trânsito.

O local abriga os veículos de fiscalização e a sala de monitoramento da Área Azul. De acordo com o gerente de Fiscalização de Trânsito, Jésley Casimiro, atualmente o quadro de funcionários é composto por 23 agentes, porém o ideal seria contar com um número maior. “Araraquara tem, em média, 170 mil veículos trafegando pelas vias. Segundo o regulamento de trânsito, a cada 2 mil veículos é necessário um agente. Ou seja, o número ideal seria cerca de 85 profissionais atuando”, pontuou.

O setor tem uma frota razoável, contando com cinco viaturas e oito motos. Entretanto, três dessas motocicletas são novas e estão sem a plotagem, o que as impedem de circular. Além disso, outras quatro motos estão com mais de dez anos de uso, com isso duas foram “aposentadas” e as outras serão utilizadas para o treinamento de novos agentes.

Dentre outras reivindicações, é preciso acelerar o processo de compra de vestimentas e itens importantes para o trabalho dos profissionais, inclusive produtos básicos de higiene. Angeli se deparou com um agente utilizando tênis, pois não havia botas do seu tamanho. “Essa situação faz com que a gente perca a credibilidade”, disse o funcionário.

O parlamentar afirmou que irá encaminhar as demandas para a Prefeitura. “O setor dos agentes de trânsito está trabalhando com quatro vezes menos da capacidade ideal. Vou cobrar explicações do Executivo e também questionar sobre a quantia e a aplicação do dinheiro arrecadado com multas nos últimos anos”, disse.

Confira as fotos em: https://photos.app.goo.gl/u6uiiMGdc1VVK8W48

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *